Pesquisar este blog

domingo, dezembro 06, 2009

Verossimilhanças

Primeiro veja isso:

http://www.osvigaristas.com.br/imagens/ilusoes/sapo-ou-cavalo-76.html

Eu não cometo injustiças, porque não confio em nada do que me dizem e acho que tudo é possível...

Sinto informar, caros colegas: não existem verdades. Tudo é inverossímil. E a gente gosta de ler, ver filmes, novelas e seriados, porque eles 'criam' uma verossimilhança que não existe efetivamente na vida real.

A vida, por mais que a gente queira, é completamente surreal! Por isto a gente inventa tanta história: para fingir que vivemos em um mundo redondo. Daí o homem ter criado a mandala (sagrada) em que a gente viaja, caminha, e volta ao mesmo ponto. Isso não existe. Simplesmente a gente nunca saiu daqui. Somos meros pedregulhos com consciência e aí fingimos doer quando a natureza aquece e cisma de nos afogar ou esquentar demais.

Como rochas que somos, não devíamos temer a destruição, mas saber (e ponto) que apenas nos deslocaremos uns centímetros ou nos esfarelaremos e nos transformaremos em outros tipos de rocha longe da circularidade em que se acredita hoje. A terra não é redonda nem quadrada. É sem forma e escura... O que a gente chama de luz na terra, vem de outro lugar. Vivemos ainda na escuridão total e sem forma definida. Quem pegar o planeta nas mãos, sentirá umas pontadas das montanhas everestes... Desde quando isso é ser redondo?

Não existe dupla percepção. O que há de nossa parte é simplesmente percepção nenhuma.