Pesquisar este blog

segunda-feira, agosto 06, 2012

Horizonte indeciso


As madeiras paralelas encontrando-se no infinito
O som intermitente das ondas sem ritmo batendo
E minha vida lá na frente
Pista de pouso
Num horizonte indeciso,
                    qual tipo de reta vou me tornar

Nenhum comentário: